BIBLIOTECAS COMUNITÁRIAS RECEBEM PORTFÓLIOS ARTÍSTICOS QUE NARRAM SUAS HISTÓRIAS E SUAS AÇÕES



O Artista Visual e Designer Daniel Firmino lança neste sábado (23 de novembro), dentro da programação do Sarau Livre Curió, os portfólios artísticos das Bibliotecas Comunitárias, Livro Livre Curió e Biblioteca Viva.

O lançamento é resultado do projeto Comunitária – Uma identidade visual, que teve por objetivo reunir jovens artistas visuais da periferia para que os mesmos criassem e desenvolvessem materiais gráfico-visuais, incluindo portfólios artísticos, cartazes, lambes e marcadores de páginas, como um modo de potencializar a divulgação dessas Bibliotecas Comunitárias.

Além de Daniel Firmino, participaram do evento a artista visual Vitória Helen (Arth3mis) e o artista visual e músico, Carlos Eduardo. Os artistas, moradores das comunidades Barroso e Curió, produziram ilustrações e pensaram um projeto gráfico-visual para narrar as histórias das Bibliotecas Comunitárias, suas ações e seus projetos, e apresentar alguns parceiros que organizam e colaboram no dia a dia das bibliotecas.

A intenção de divulgação dos portifólios é tentar aumentar o público que frequenta as bibliotecas participantes do projeto, além de oferecer uma ferramenta visual e artística de comunicação, pois a principal estratégia de funcionamento e manutenção das Bibliotecas Comunitárias é através de apoio de colaboradoras e colaboradores.


Comunitária – Uma identidade visual é um projeto aprovado PELO VIII Edital das Artes de Fortaleza – Secultfor – lEI Nº 10.432/2015.

O material pode ser retirado nas bibliotecas comunitárias Livro Livre Curió (Rua George Sosa, 109. Lagoa Redonda – Fortaleza/CE) e na Biblioteca Viva Barroso (Av. Capitão Waldemar de Paula Lima, 680. Barroso – Fortaleza/CE).

Os interessados podem conferir a versão digital dos portfólios na biblioteca digital da Livro Livre Curió. https://drive.google.com/drive/u/3/folders/1clKCOhtvrzHfFIEV3BVZx8niQj5BwxA0